Rua Ulisses Cruz, 46, Belenzinho. - CEP 03077-000 - São Paulo-SP

 

Telefone /11/ 2799-4999                                    

 

ADS - Todos os direitos reservados

 

 

Site desenvolvido por Editora Limiar na plataforma Wix 

Diretoria e Conselho Fiscal                                                                        

A Coordenação Nacional e o Conselho Fiscal da Agência de Desenvolvimento Solidário - ADS são eleitas em assembleia para o período de três anos. O mandato da atual Coordenação e Conselho vai de 31/07/2016 a 30/07/2019.

Confira quem são os atuais membros 

COORDENADOR GERAL 

ARI ALORALDO DO NASCIMENTO

 

COORDENADOR ADMINISTRATIVO E FINANCEIRO 

APARECIDO DONIZETI DA SILVA

 

COORDENADOR DE FORMAÇÃO 

EDJANE RODRIGUES SILVA

 

COORDENADOR DE CRÉDITO 

ANTONIO CARLOS SPIS

 

COORDENADORA  ADJUNTO 

MARIA DAS GRAÇAS COSTA

 

COORDENADOR ADJUNTO 

MARCO ANTONIO AUGUSTO PIMENTEL

 

CONSELHO FISCAL

JASSEIR ALVES FERNANDES

ANTONIO SOUZA RIBEIRO

EDUARDO LIRIO GUTERRA

Histórico, missão e objetivos                                                                      

A ADS - Agência de Desenvolvimento Solidário - é uma associação civil, sem fins lucrativos, fundada em 3 de dezembro de 1999 pela Central Única dos Trabalhadores - CUT, Fundação Interuniversitária de Estudos e Pesquisas sobre o trabalho - Unitrabalho, Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional - Fase e Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócioeconômicos - Dieese. Em 30 de janeiro de 2002, sob novo estatuto, se tornou uma entidade composta também por representantes de organizações de empreendimentos autogestionários e solidários. A ADS surgiu a partir de intenso debate que envolveu o sindicalismo da CUT com importantes segmentos da sociedade civil sobre as transformações no mundo do trabalho e da organização da classe trabalhadora para enfrentar a precarização das relações trabalhistas, a redução de direitos e os elevados índices de desemprego, de exclusão social e de desigualdades que foram agravados nos anos 1990 pelas políticas neoliberais.

A ADS é uma resposta à necessidade de constituir novos referenciais de geração de trabalho e renda e de alternativas de inclusão social, tendo como princípios fundamentais a economia solidária e o desenvolvimento sustentável, articulados com a concepção de educação integral, construída coletivamente com os trabalhadores e as trabalhadoras.

 

MISSÃO

"Promover a constituição, fortalecimento e articulação de empreendimentos solidários e autogestionários, buscando a geração de trabalho e renda, através da organização econômica, social e política dos trabalhadores, inseridos em um processo de desenvolvimento sustentável e solidário."

 

Objetivos Institucionais

  • Fomentar os valores da solidariedade na sociedade;

  • Facilitar e ampliar o acesso dos trabalhadores ao crédito;

  • Proporcionar a formação de agentes na construção da economia solidária e a formação profissional, voltada para a ampliação da autonomia e da capacidade de gestão;

  • Construir novos conhecimentos no campo da economia solidária e realizar estudos que orientem na definição de estratégias e políticas da Agência;

  • Apoiar a criação e a viabilização (incubação) de empreendimentos solidários;

  • Organizar redes de economia solidária articuladas a estratégias de desenvolvimento sustentável;

  • Ampliar o acesso dos trabalhadores a informações sobre políticas públicas e mercado;

  • Proporcionar assessoria técnica, jurídica e política às organizações solidárias;

  • Promover atividades coerentes com os princípios do desenvolvimento sustentável;

  • Incentivar organizações de representação dos empreendimentos solidários e autogestionários em âmbito local, regional, estadual e nacional.

  • Construir políticas sustentáveis de comercialização para os empreendimentos econômicos solidários.

 

Fundamentos de sua estratégia política organizativa

  • A ADS fundamenta suas estratégias político-organizativas a partir dos seguintes princípios:

  • Gestão democrática e solidária do trabalho e da produção;

  • Distribuição da renda;

  • Desenvolvimento sustentável e solidário;Educação permanente dos trabalhadores;

  • Respeito à diversidade étnica, cultural, regional, ambiental e de gênero.

 

Estrutura político-organizativa

Coordenação Nacional - A ADS é coordenada por dirigentes eleitos em Assembleia Geral, com mandato de três anos. A Coordenação Nacional da ADS é composta por:

Coordenador Geral

Coordenador Administrativo e Financeiro

Coordenador de Formação

Coordenador de Crédito

Coordenador Adjunto

Coordenador Adjunto

Conselho Fiscal

 

Competência Política e Técnica da ADS

Desde a sua fundação, a ADS atua para consolidar sua competência política articulada à competência técnica. Sua origem junto às lutas dos trabalhadores e trabalhadoras possibilita sua legitimidade, bem como junto às demais organizações da economia solidária brasileira. A ADS é convidada a participar de importantes fóruns da economia solidária, em todos os níveis e em todas as regiões do país. Os empreendimentos que estão se organizando tem na ADS uma referência de proposta de desenvolvimento sustentável e solidário. O corpo de dirigentes da ADS é constituído por dirigentes com amplo conhecimento sobre o tema da economia solidária.

O corpo técnico é formado por uma equipe multidisciplinar que desempenha atribuições no âmbito nacional, estadual e local. O corpo técnico é especializado em economia solidária e tem experiência na organização e acompanhamento de empreendimentos solidários.

 

Principais linhas de atuação

Paralelamente a todo o trabalho de organização e acompanhamento de Empreendimentos Econômicos Solidários, a ADS foca considerável parte de seus esforços na construção de alternativas que contribuam com a superação do problema da comercialização dos produtos e serviços da economia solidária.Por esse motivo, e baseada em pesquisas realizadas no ano de 2008, em convênio com a Petrobrás (“Diagnóstico de Empreendimentos Solidários” e “Pesquisa Potencial de Mercado Para Produtos e Serviços da Economia Solidária”), a ADS implementou a constituição da Conexão Solidária, empresa de comércio, distribuição e consultoria, que tem como missão “comercializar produtos e serviços dos empreendimentos solidários e criar circuitos econômicos da economia solidária que fortaleça o desenvolvimento dos associados”.